Socorro News

Falta dos Pacientes a consultas e exames reduzem vagas oferecidas a Socorro

A Central de Agendamentos “Dr. Wanderley Tasca” foi inaugurada em julho de 2013, no início da primeira gestão do prefeito André Bozola, com o propósito de facilitar o acesso a consultas, exames, medicamentos e procedimentos médicos. Desta forma, houve uma eliminação das filas que se formavam de madrugada em frente ao Centro de Saúde.

Os munícipes aderiram imediatamente ao serviço, que foi ampliado e passou a concentrar o agendamento de transporte para os pacientes que precisam se locomover até outras cidades.

Além dos atendimentos realizados na rede municipal, Socorro transporta diariamente pacientes para outros destinos como São Paulo, Campinas, Atibaia, Santa Bárbara d’Oeste, Barretos, Bragança Paulista, Jundiaí, Sorocaba, Bauru e Sumaré. Em alguns dos casos, há dois transportes diários, para que os pacientes não precisam esperar o dia todo.

Entretanto, o número de faltas de pacientes de Socorro a consultas e exames tem preocupado os responsáveis pela Central de Agendamentos, que recebem comunicados das entidades alarmando sobre o prejuízo causado ao município por essas ausências.

Para se ter uma ideia, somente no AME de Atibaia, em 2016, ocorreram 480 faltas a consultas de Oftalmologia e Dermatologia. E, somente nos dois primeiros meses de 2017, o número de faltas já chega a 142. Isso compromete diretamente o número de vagas oferecidas ao município de Socorro. A cada ausência, uma vaga é removida.

O número de faltas a consultas no Centro de Saúde também é alarmante. Somente em janeiro de 2017, ocorreram 445 faltas a consultas ginecológicas. Prejudicando outras pacientes que necessitavam da consulta.

Assim como acontece no transporte, onde os pacientes agendam o transporte e não comparecem, ocupando a vaga.

Recentemente, para tentar inibir essa prática, a Central de Agendamentos adotou um sistema, onde o paciente que faltar a uma consulta na rede municipal ficará impedido de remarcar qualquer atendimento por sessenta dias. A menos que justifique, junto à Secretaria de Saúde, o motivo de sua falta. O mesmo procedimento deverá ser implantado nos próximos meses para faltas no agendamento de transportes.

A equipe da Central de Agendamentos e da Secretaria de Saúde solicita aos munícipes que informem sobre a desistência de sua vaga com a máxima antecedência. No caso de consultas no AME, as desistências devem ser informadas com até 48 horas de antecedência, e no Conisca e rede municipal, com 24h. Dessa forma, os atendimentos podem ser remanejados para outros pacientes, não comprometendo o número de vagas existentes ou oferecidas para o munícipio.

Protocolo de Atendimento

A Central de Agendamentos adotou recentemente um novo procedimento no agendamento de consultas e exames, trata-se do Protocolo de Atendimento.

O Protocolo de Atendimento é um documento emitido no momento que o paciente procura a Central de Agendamentos para marcar sua consulta ou exame. O munícipe sai de posse deste documento que comprova que a Central de Agendamentos estará buscando a vaga que atende a necessidade do paciente.

Quando a vaga for encontrada e o atendimento for marcado, o paciente será comunicado e deverá apresentar o Protocolo de Atendimento para retirada da guia para o exame ou consulta.

 

Rafael Pompeu
Imprensa/Prefeitura