Socorro News

Prefeitura encerra funcionamento de clínica clandestina

A Guarda Civil Municipal recebeu um chamado de socorro na manhã do último sábado, dia 10, para atender a um homem que, segundo as testemunhas, apresentava comportamento anormal. Para surpresa dos guardas, ao chegarem ao local – uma chácara no bairro Rancho Alegre –, constataram que se tratava de uma clínica clandestina para reabilitação de dependentes químicos.

Após fazer algumas perguntas aos internos e ao homem para quem o socorro havia sido chamado, a GCM avisou os fiscais do Departamento Municipal de Fiscalização e Posturas e acionou também a Secretaria Municipal de Cidadania.

No local, tanto os fiscais quanto o secretário de Cidadania, Airton Domingues de Sousa, encontraram diversas irregularidades. Os proprietários do imóvel foram localizados e disseram que a chácara havia sido alugada somente para realização de atividades terapêuticas, conforme consta nos autos da GCM.

De acordo com os internos, o rapaz que se encontrava delirante era quem administrava o local, cuidando, dentre outras coisas, da medicação dos pacientes. O homem foi levado pela GCM ao Pronto Socorro, onde foi medicado.

Após as averiguações, os familiares dos pacientes foram localizados e os mesmos encaminhados para suas cidades de origem no domingo, dia 11. Os proprietários da chácara foram intimidados a comparecer ao Departamento de Fiscalização e Posturas para prestar esclarecimentos sobre a ocorrência.

“A Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão orienta que a população denuncie no número 153 qualquer suspeita de atividade clandestina”, alerta o secretário da pasta, Willhans de Morais.

Imprensa/Prefeitura